Orfeon Académico de Coimbra

    O ORFEON ACADéMICO DE COIMBRA foi fundado em 29 de Outubro de 1880 pelo estudante de Direito João Arroio, com o nome de "Sociedade Choral do Orpheon Académico", sendo o mais antigo coro português e um dos mais antigos da Europa. é um dos sete Organismos Autónomos da Associação Académica de Coimbra, sendo ainda anterior à formação desta. Desde cedo, o O.A.C. afirmou-se como embaixada cultural privilegiada da Universidade e da Cidade de Coimbra, bem como do próprio PaÍs. Com efeito, para além de ter percorrido o continente português de Norte a Sul, bem como as ilhas, já actuou em numerosos paÍses dos cinco Continentes, tendo actuado pela primeira vez em público a 7 de Dezembro de 1880 no Teatro Académico PrÍncipe Real , em Coimbra, por ocasião das comemorações do tricentenário da morte de Camões. Aquando da sua formação e até 1974, o O.A.C. era composto apenas por vozes masculinas, tornando-se a partir dessa data um coro misto, mais consentâneo com a realidade estudantil e com a posição de legÍtimo representante da praxe e tradições Coimbrãs, tão saudosamente recordadas aquém e além fronteiras. Mais recentemente, para além da actividade coral que se pretende descentralizadora, o O.A.C. tem organizado diversas iniciativas das quais se destacam : palestras - debates sobre temas musicais, cursos de iniciação coral, recepção de coros estrangeiros, ou a constituição de uma Escola de Jazz. Desde o ano artÍstico de 1988/89 que o O.A.C. se tem empenhado em projectos de grande envergadura, tais como a montagem e apresentação pública do Gloria de Vivaldi, uma das vezes em conjunto com a Orquestra Clássica do Porto, da Missa Brevis Kv.259 de Mozart para coro, solistas e orquestra, da Missa Beata Virgine Maria de Filipe de Magalhães e da Missa em Sol Maior de Carlos Seixas, sendo estas duas últimas uma aposta em compositores portugueses. A apresentação de um espectáculo com excertos da ópera-rock Jesus Christ Superstar, onde o coro é acompanhado por piano, bateria e baixo eléctrico tem vindo, também a tornar-se num dos espectáculos com mais sucesso do Orfeon Académico. Mais recentemente, para além do calendário normal de espectáculos, há a destacar a participação na EXPO'98 e uma digressão ao Brasil efectuada durante o mês de Outubro. O Orfeon Académico de Coimbra está neste momento, empenhado na montagem e estreia de algumas peças inéditas de compositores de Coimbra. O O.A.C. possui ainda um Grupo Tradicional de Fado de Coimbra e um Grupo de Música Tradicional Portuguesa que são grupos complementares e podem participar nos espectáculos após apresentação da Música Coral Polifónica e Popular Harmonizada. Actualmente o O.A.C. é constituÍdo por cerca de 100 coralistas provenientes das Sete Faculdades da Universidade de Coimbra, bem como dos Institutos Superiores. Desde Janeiro de 1997, o Orfeon Académico de Coimbra é regido pelo maestro Edgar Saramago.

 


Página Principal | Atividades | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 22/08/2009