Motta Veiga

" Angelino da Motta-Veiga , nascido em Seia, tendo sido baptizado – com o nome João da Motta-Veiga Pinto da Silveira , que mudou quando se crismou – pelo Padre Sebastião da Motta-Veiga, a 25 de Maio de 1853. Foram padrinhos José de Sacadura Botte Corte Real e D. Margarida Amélia Santiago, de Aguieira (sendo a madrinha, que não pode estar presente, representada por Francisco Rodrigues de Figueiredo). Nasceu a 9 do mesmo mês e ano. Morreu solteiro e sem geração. Matriculou-se na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra em 13 de Outubro de 1879, na qual se formou. Aí integrou, no ano lectivo de 1880/881, a Comissão Académica do Tricentenário de Camões. Aderiu desde muito cedo, e com grande convicção, aos nascentes ideais republicanos, tendo integrado algumas das primeiras comissões republicanas constituídas entre nós.

Angelino da Motta-Veiga é recordado sobretudo pela referência que lhe é feita na conhecida obra “Um herói de quinze anos”, da autoria do muito célebre Júlio Verne. Estaria em causa a ajuda que prestara às expedições africanas de Stanley, sendo que é várias vezes mencionado nas cartas deste afamado explorador inglês – hoje, em boa parte pertencentes a diversos museus.Quando da sua matrícula na Universidade de Coimbra, tal menção serve-lhe de cartão de visita , sendo publicada nos periódicos da cidade (...). A citação que originou a notícia supra referida e aumentou o orgulho familiar dos Motta-Veiga é brevíssima, mas tinha a forte mais-valia de ter sido assinada por um dos mais conceituados escritores da época. Limita-se a um breve parágrafo: “A 11 de Agosto, Mrs. Weldon, Dick sabd, Jack, Hércules e primo Bénédict chegavam a Boma, onde os Srs. Mota Veiga e Harrison os recebiam com generosa hospitalidade. Estava a partir um vapor para o istmo de Panamá. Mrs. Weldon e os seus companheiros embarcaram nele e chegaram felizmente à costa americana.”

Após a conclusão da licenciatura, Angelino da Motta-Veiga enveredou pela carreira da magistratura, tendo sido nomeado Procurador Régio da comarca de Salsete, em Goa. Terminada a comissão e regressado a Portugal, faleceu, solteiro e sem geração, pouco tempo depois"

In: Oliveira, Luís Pedroso de Lima Cabral de Oliveira (2011), "Famílias de Seia. Dinâmicas sociais em terras de Sena", Associação Causa das Regras/Câmara Municipal de Seia, 428 e 429.


 

Fonte: http://mottaveiga-notas.blogspot.com/2009/05/angelino-da-motta-veiga.html


 

Página Principal | Atividades | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 20/10/2012