Imprensa

Fomos notícia...


[ 2003 ] [ 2004 ] [ 2005 ][ 2006 ]


AAC mostra a sua Cultura

Secções culturais divulgam a sua actividade aos estudantes

Divulgar a actividade das secções culturais da Associação Académica de Coimbra (AAC) e envolver os estudantes na sua dinamização são os objectivos da Mostra Cultural da AAC. O local escolhido para a primeira iniciativa foi a Faculdade de Letras, onde, até sexta-feira, os alunos poderão saber mais sobre as secções de Escrita e Leitura, Gastronomia, a Rádio Universidade de Coimbra (RUC) e a TV AAC e ainda preencher fichas de adesão a cada uma delas.
A Mostra Cultural da AAC foi anunciada pelo actual presidente da Direcção-Geral (DG/AAC), Miguel Duarte, ainda em campanha eleitoral e surge no âmbito de uma tentativa de aproximação da AAC às faculdades e aos respectivos departamentos. Com efeito, desde ontem e até ao fim do mês, acções de informação, workshops e diversas demonstrações darão a conhecer parte da actividade cultural emergente na Associação Académica.
Miguel Duarte reconhece que “há um défice cultural nos estudantes da Universidade”, que resulta, em parte, do desconhecimento e da não participação no trabalho das 14 secções culturais. Daí que a DG/AAC tenha apostado numa estratégia comum com estes grupos, de forma a conseguir uma maior “interactividade”, acrescentou ontem o dirigente, reparando que muito do trabalho das secções acabava por não chegar ao conhecimento dos estudantes.
De 18 a 23 de Março é a vez do Departamento de Engenharia de Informática receber uma acção de divulgação com o Centro de Informática, a Secção de Astronomia, Astrofísica e Astronáutica, o Centro de Estudos Cinematográficos e a Secção de Defesa dos Direitos Humanos. O SOS Estudante, a Secção de Jornalismo, a Secção Experimental de Yoga e a Secção Filatélica mostram-se, entre 25 e 30, na Faculdade de Economia. Nos dias 29 a 31 de Março, a Secção de Fado e o Grupo Ecológico da AAC dão a conhecer as suas actividades no Departamento da Engenharia Civil.
Um ciclo de cinema dedicado a Manuel Oliveira, a 22 e 23, no Centro Cultural D. Dinis; exposições de pintura nas cantinas dos grelhados, dos hospitais e do Pólo II, de 22 a 26; e um espectáculo de música jazz, dia 25, no C.C. D. Dinis, são exemplos de outras acções culturais, ainda que menos voltadas para a Academia. E este é apenas o programa previsto até final do mês, já que a Direcção Geral da AAC promete dar continuidade à iniciativa.

TV dos estudantes quer voar mais alto

A ideia de uma televisão da AAC surgiu já na década de 80 e o projecto ganhou novo ânimo com a o aparecimento dos canais por cabo, no entanto, o regulamento interno da TV AAC apenas foi aprovado em Dezembro de 2003 e a equipa de trabalho pretende agora lançar-se em “voos mais altos”.
Para já apenas existem alguns spots feitos, são transmitidos debates, entrevistas e informações sobre a vida académica, nomeadamente pela altura das eleições. Mas a equipa que trabalha há cerca de três anos na TV AAC quer evoluir para “um canal de televisão maior”, primeiro com emissões em circuito fechado, depois com transmissões regulares e por aí fora, “em voos mais altos”, explica um dos responsáveis, Ricardo Matos.
Em todo o percurso, a legislação em vigor e a falta de apoio têm, segundo o aluno, sido entraves importantes. Para dar a conhecer os seus projectos e, de certa forma, contornar esta última dificuldades, a TV AAC vai promover, já amanhã, um convívio nas Cantinas Amarelas, aberto ao público em geral e, durante a próxima semana, um conjunto de emissões diárias no mesmo local.
O convívio servirá, conforme explica Ricardo Matos, para angariar algum dinheiro, uma vez que os únicos meios de financiamento de que a TV AAC dispõe provêm da DG ou de alguns (poucos) patrocínios. No que respeita às emissões – com duração de cerca de três horas –, a organização está a preparar a abordagem de quatro grandes temas: Cultura, Desporto, Educação e Investigação Científica, tendo feito convites a personalidades da Universidade – presidente da AAC, pró-reitor da Cultura João Gouveia Monteiro, entre outros –, mas também a representantes do exterior, como Abílio Hernandez (pela sua acção na Capital da Cultura) ou até o director-Geral do Ensino Superior.
Dos trabalhos que a TV AAC está a desenvolver destaca-se ainda, segundo os responsáveis, um documentário sobre a zona histórica da Alta, que deverá estar pronto ainda este mês.

 

In As Beiras, 2004/03/17
http://www.asbeiras.pt/?area=coimbra&numero=13899&ed=17032004


Página Principal | Atividades | Coimbra | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 19/03/2012