Guitarra de Coimbra


  cc

person

Voluta da Guitarra de Coimbra. Selo personalizado editado pela SFAAC, por ocasião dos 40 anos do CCCC e Queima das Fitas 2017, maio 2017

   

ip

A Guitarra Portuguesa é um instrumento da família dos cordofones, ou seja instrumentos que produzem som através de cordas esticadas, e tem dois modelos principais: a Guitarra de Lisboa e a Guitarra de Coimbra. Trata-se de instrumentos muito semelhantes mas de objectivos acústicos diferentes.
A Guitarra de Coimbra tem como características mais particulares a Lágrima, a ausência de madrepérolas e caixa de maiores dimensões.

Num sentido lato, podemos definir a guitarra portuguesa como um cordofone composto. Existem três tipos de guitarra portuguesa (Porto, Coimbra e Lisboa) mas a guitarra tipo Porto caiu em desuso. A guitarra de Lisboa tem a caixa mais arredondada e mais alta do que a de Coimbra, um braço com 438 mm e a uma voluta que termina em forma de caracol, enquanto a guitarra de Coimbra tem a caixa mais alongada menos alta e um braço com 452 mm encimado por uma voluta coroada em forma de lágrima. Não obstante o braço da guitarra de Coimbra ser mais comprido, existem, em ambos instrumentos, o mesmo número de trastos (pontos). A afinação da guitarra de Lisboa adoptada para o fado faz-se ao lamiré (Ré-Lá-Si-Mi-Lá-Si) no sentido dos graves para os agudos, enquanto na guitarra de Coimbra, a afinação se faz um tom abaixo da guitarra de Lisboa (Dó-Sol-Ré-Lá-Sol-Dó). Pelas características instrumentais apontadas e, pela afinação, o som da guitarra de Lisboa é mais cintilante do que a de Coimbra ganhando esta, em contrapartida, uma sonoridade mais suave e melodiosa, embora mais grave.
Fonte: http://www.entrelacosdocoracao.blogger.com.br/2009_01_01_archive.html

imagens/bilpostal_cc19960701_cbr_hilario.jpg

Ver também: Fado de Coimbra

 

Página Principal | Atividades | Coimbra | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 10/07/2017