Gaio Sévio Lupo

 

A Torre de Hércules localiza-se no extremo Norte da península corunhesa junto da cidade da Corunha, na Galiza, Espanha.

Monumento nacional, é o mais antigo, ilustre e representativo da Corunha, e o elemento principal do seu escudo. É o único farol romano que existe no mundo e que continua a cumprir a sua função.

A torre foi construída na cidade de Brigantium, no século II, durante os mandatos dos imperadores Trajano e Adriano, pelo arquitecto Gaio Sévio Lupo, natural da cidade de Emínio (atual Coimbra) na Lusitânia, e tinha como função servir de farol de navegação.

A torre terá perdido o seu uso marítimo possivelmente durante a Idade Média, quando foi convertida em fortificação.

Em 1682, o duque de Uceda incumbiu o arquiteto Amaro Antune da restauração da estrutura. Este construiu uma escada de madeira que atravessa as abóbadas para a parte superior, onde dispôs as pequenas torres que suportam o farol.

Foi no reinado de Carlos IV de Espanha que ficou completa a sua reconstrução, tendo os trabalhos sido iniciados em 1788. A obra neoclássica terminou em 1791 sob a direcção de Eustaquio Giannini.

Em 27 de junho de 2009 foi classificada como Património da Humanidade pela UNESCO.

 

Uma inscrição ligada à construção da Torre de Hércules, que tinha como função servir de farol à navegação, refere-se ao nome deste arquiteto, pelo que alguns autores acreditam tenha sido ele o seu construtor.

"MARTI /AUG[USTO] SACR[UM] /
C[AIUS] SEVIUS /LUPUS /
ARCHITECTUS /AEMINIENSIS /
LUSITANUS EX VO[TO]"

"Consagrado a Marte Augusto.
Caio Sévio Lupo,
arquitecto de Aeminium
Lusitano em cumprimento de uma promessa"

Coloca-se também a hipótese de ele ter sido ainda o autor da planta do criptopórtico, sobre o qual assentou o Fórum de Aeminium, embora não haja provas que confirmem essa suposição

 

Fonte: Wikipedia

 

 

Página Principal | Atividades | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 20/07/2013