Francisco de Melo Franco

 

 

.Francisco de Melo Franco (1757 - 1823) Médico / Polígrafo

Nasceu em Paracatu, Minas Gerais e morreu em Ubatuba depois de ter vivido alguns anos em Coimbra, onde se formou em Medicina, na Universidade de Coimbra, em 1786. Foi acusado de heresia e passou quatro anos nos cárceres do Santo Ofício, onde conheceu a mulher que viria a ser sua esposa. Mais tarde foi condenado por esta mesma instituição a residência forçada em Lisboa, onde ficou por 30 anos e tornou-se um clÍnico importante. Membro da Academia Real das Ciências, médico honorário da Real Câmara (1808), permaneceu em Lisboa até 1817, quando foi designado por D. João VI médico da princesa Leopoldina de áustria, que acompanhou ao Rio de Janeiro, onde exerceu clÍnica e foi muito respeitado. Ao longo da sua vida publicou vários escritos sobre temas ligados medicina, além de um poema satÍrico Reino da Estupidez, no qual criticou a sociedade, os lentes e os padres inquisitoriais.