Correio Ferroviário




Inteiro Postal "Tudo pela Nação". OM83, $25 azul claro, circulado da Lousã para Coimbra (16.05.38). Carimbo batido a preto "CONDUÇÃO / COIMBRA-SERPINS".
Fonte: Leilão CFP


Coleção de sócio

ccd
Fonte: Delcampe.net


Marca Condução Coimbra-Serpins
Fonte: Selos-postais.com

 

 Condução Pampilhosa- F- Foz

ccd

postal


RAMAL DA PAMPILHOSA-FIGUEIRA DA FOZ

RAMAL DE ALFARELOS-FIGUEIRA DA FOZ


Fragmento com marca de dia de 4MAI61 Ramal de Alfarelos. Colecção da SFAAC


Marca de dia do Ramal de Alfarelos I
Fonte: Selos-postais.com

 


Selo D. Manuel II com sobrecarga REPUBLICA. Selo de 25 reis (1910) obliterado com carimbo nominativo batido a preto "COIMBRA". Fonte: 31º Leilão CFP

 

 

Conforme o progresso dos outros meios de transporte, o serviço das ambulâncias postais foi sendo reduzido; a partir de 1928 , começou a ser utilizado o sistema de conduções, no qual o transporte e processamento de correio passou a ser realizado em compartimentos especiais das carruagens, que também dispunham de carimbos próprios. Este esquema foi aplicado, principalmente, nas linhas de menor movimento. As primeiras ambulâncias postais rodoviárias começaram a ser utilizadas em 1953 , e foram criadas centrais de processamento do correio, semi-automatizadas.
Nas grandes estações, como as do Barreiro, Porto, Rossio, Santa Apolónia, Terreiro do Paço, foram estabelecidos departamentos dos correios, e, em 1963 , instalaram-se centros repartidores de correios em vários pontos do país.
Em 1972 , o serviço das ambulâncias postais ferroviárias foi extinto, tendo sido substituído pelo transporte de malas fechadas nos comboios Expressos Postais. Estes serviços foram encerrados em 1989 , tendo a última viagem sido realizada em 11 de Fevereiro de 1990 , para Coimbra (ver CC respetivo).
fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ambul%C3%A2ncia_postal

Em 1938, numa lista de "Abonos aos funcionarios das ambulâncias pelo serviço de condução de malas fechadas (ida e volta)", os funcionários que levavam correspondência recebiam 2$70 no percurso Coimbra-Serpins, 4$30 no percurso Figueira da Foz - Alfarelos e 3$30 no percurso Figueira da Foz - Pampilhosa


Carruagem do correio na Estação Velha de Coimbra [1951 - 1953]. Foto de Eduardo Francisco Varela PÈCURTO
Fonte: http://cd.fmnf.pt/FMFSearch/FMFDocument.aspx?F_DocumentID=842&Type_ID=14&DocumentType=Fundo_Subfundo&T=1&F_CheckList=47155

 

Linha da Louzã


in O Tribuno Popular, 05/01/1907


in Gazeta de Coimbra, 1917/11/24 e 1918/08/06


in Gazeta de Coimbra,


 

Página Principal | Atividades | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 14/11/2016