Convento de Santa Clara-a-Nova

Iniciou-se a sua construção em 3 de Julho de 1649 e, só em 1677, é que as freiras se mudaram para o novo edifício, vindas do Convento de Santa Clara-a-Velha. A igreja só ficou pronta em 1679, sendo o culto feito num salão. O interior tem apenas uma nave coberta. A cabeceira é formada por uma grande ábside onde está a estátua polícroma de Santa Isabel esculpida por Teixeira Lopes (século XIX) e o túmulo de prata que contém o corpo da Rainha Santa. No retábulo vêem-se talhas barrocas. As telas alusivas à vida da Rainha Santa são da primeira metade do século XVIII. Nas paredes laterais encontra-se um retábulo de talhas douradas e policromadas com baixos-relevos. No lado do coro estão dois túmulos góticos. O túmulo do lado esquerdo (do século XIV) é o da infanta D. Isabel, filha de D. Afonso IV e o do lado direito, é o de uma filha do regente D. Pedro. O túmulo da Rainha Santa é maior e foi feito por Mestre Pero (catalão) nos inícios do século XV. No coro-alto, encontramos objectos de culto e alfaias de prata do convento, para além do cadeiral com 78 cadeiras distribuídas por dois andares, datado da primeira metade do século XVII. Nas paredes laterais, estão alguns retábulos vindos do convento velho. O claustro, de grandes dimensões, foi elaborado pelo arquitecto Carlos Maudel no século XVIII. Possui um excelente nível arquitectónico e qualidade de execução.

 

 

Monumentos > Convento de Santa Clara-a-Nova


Página Principal | Atividades | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 16/05/2016