Marca: Exactor

imagens/marca_dia_19430309_exactor.jpg imagens/marca_dia_19700731_exactor.jpg
Exactor - correspondia ao cobrador de taxas ou contabilista de uma estação de correios
Fonte: Carimbos Datados dos Correios de Portugal 1822/2008, Paulo Rui Barata, in Boletim do Clube Filatélico de Portugal nº 422, Dez. 2008


Paulo Barata classifica este tipo como 4ah

A figura do EXACTOR consta do decreto nº 23:961 de 4 de Junho de 1934, substituindo a figura do FIEL dos depósitos e armazéns - ver as respectivas funções no decreto nº 5:876 de 10 de Maio de 1919 - em virtude da extinção gradual do respectivo cargo pelo decreto nº10:204 de 22 de Outubro de 1924.
Competia ao FIEL a guarda e escrituração da entrada e saída do material e impressos, a arrecadação das verbas adiantadas, etc.

 

A Ordem de Serviço nº335 de 23 de Dezembro, publicada no Boletim Oficial dos Correios nº60, de Dezembro de 1933, refere-se ao exactores, o que antecipa a sua existência face ao decreto que os designa como tal, porque o decreto é de 1934.

1º - Em 1924, pelo decreto nº10:204 de 22 de Outubro foi decretada a extinção gradual dos fiéis. O decreto dizia o seguinte:
"Artº 6º - As categorias de fiéis de 1.ª, 2.ª e 3.ª classe serão gradualmente extintas [...] Estes funcionários ficam equiparados, para efeitos de vencimentos e demais abonos, a inspectores, sub-inspectores e oficiais principais, respectivamente."
2º - Os exactores constam do decreto nº23:961 de 4 de Junho de 1934, como os funcionários que executariam as funções dos fiéis referidos no decreto de 1924, etc. Ver artº 9º do dec. de 1934.
3º - Como o decreto de 1924 mandava extinguir gradualmente os fiéis... restaria saber como se passou essa extinção gradual e em que momento se passaram a designar como exactores, porque como vimos a Ordem de Serviço nº335 de 23 de Dezembro de 1933 já os refere.

Pelo menos em 1931 os exactores aparecem na documentação oficial, porque no seu Escrituração e Contabilidade (dos serviços externos da Administração Geral dos Correios e Telégrafos) , com prefácio de 1 de Setembro de 1931, já o inspector Hermínio de Sousa dizia o seguinte a páginas 326:

"Exactores - Designam-se por esta forma os funcionários (Chefes ou Fiéis) que teem a seu cargo os valores de uma estação. [...]"

SÍNTESE
Em 1924 foi decretada a extinção gradual dos fiéis (passando a designarem-se por inspectores, sub-inspectores e oficiais principais).
Em 1931 já havia exactores e de acordo com uma leitura dedutiva a partir de Sousa (1931:326) talvez ainda existissem fiéis.
Em 1933 a OS nº335, de 23 de Dezembro, já se lhes refere.
Em 1934 aparecem no decreto nº23:961 de 4 de Junho com a respectiva designação.

Fonte: Selos-postais.com


Página Principal | Atividades | Links

Copyright © 1999-2017 J. Cura, Secção Filatélica da AAC - Portugal
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Voltar]
Última atualização: 04/08/2012